Páginas

De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

segunda-feira, abril 06, 2015

Mini-fuga Pascal - em torno da Ria

Cais do Bico - Murtosa um Paraíso
Gostaria de visitar todo o Planeta em que vivemos. 
Se existe a Felicidade direi que me sinto Feliz por estar Vivo, apesar das guerras, das más notícias, da maldade de muitos (des)humanos... mesmo assim, não serei capaz de ousar matar a simplicidade da alegria de viver.
Como se fora um ensaio de nova viagem, sairei uns curtos dias aproveitando os dias soalheiros cá pela nossa terra.
Há que aproveitar muito o pouco que vamos tendo.
Dia 1 - 4abr15 - sábado
BRAGA - FURADOURO - CAIS DO BICO ( MURTOSA )
No Furadouro ainda restavam espaços, mas apenas demos uma caminhada pela marginal
Deixei para trás a ''semana santa' da minha cidade a que chamam a Roma Portuguesa.
O tempo convida à 'evasão' e como tal decidimos descer muito ou pouco em função das circunstâncias.
Muita gente da praia e na marginal do Furadouro
Ainda pensamos pernoitar  no Furadouro, contudo, o Amigo Estrela da Murtosa, haveria de nos desafiar a descer mais um pouco pois a pacatez do local já conhecido que nos foi  proposto nos animaria o espírito.
avançamos por entre planícies plenas de verde e amarelo nas margens da Ria.
Já no Cais do Bico a saída de reconhecimento
Não foi má a escolha. No local que margina o porto de pesca, lá estavam umas dezenas de autocaravanistas franceses e holandeses...
Para quem pretenda um local calmo e agradável, sem dúvida que aqui o encontra e nada lhe falta... ah falta sim... a internet!!!
Os barcos moliceiros passam à ilharga na busca de produtos da ria.
pena não existir zona de despejos - no WC público é possível despejar a K7 desde que haja cuidado de não conspurcar o local
vários acessos de água junto às AC... e mais... mas não digo.
O Cais do Bico situa-se no Lugar do Bico, no concelho da Murtosa. Este local é de extrema beleza natural e contém um amplo parque de merendas, relvado, onde poderá fazer piqueniques com a família ou amigos. Poderá desfrutar de bons momentos de descontracção e de lazer, em pleno contacto com a natureza.
Toda a zona foi requalificada. O progresso tem destas coisas... perdeu-se a rusticidade quer nos acessos térreos para as viaturas, quer nas rudimentares docas dos barcos de pesca. 
local super aprazível
Há 4 anos em visita a este local, prometi a mim mesmo, que voltaria mais vezes. Noto agora que já passaram 4 anos desde a última visita. O tempo 'voa'... terei mesmo de cá passar mais vezes.


A Ria seduz com os seus sempre variados refexos.

Gps N 40º 43' 49.4''  W 8º 38' 51.7''
Os ocasos por cá são o passatempo favorito dos finais de dia.

Parte o Sol e chega o Luar!
Percorridos : 123 km - Gps - N 40º 43' 49.4''  W 8º 38' 51.7''
Dia 2 - 5abr15 - domingo - Páscoa
CAIS DO BICO ( MURTOSA )
Daqui não saio... daqui ninguém me tira...
 A caminhada em forma de círculo passando pela Murtosa.


pequena paragem a meio do percurso para descanso







a visita pascal


nos píncaros, o ninho de cegonhas


as cegonhas na recolha de alimentos




Um moliceiro para os amigos do dragão

O forno da autocaravana, servirá sempre para algo
Após o almoço, nova caminhada para a parte nascente. 



Os vizinhos que já o foram há 4 anos atrás em Campo Maior - Je + José António + São
Mais um final de dia em pleno.
Dia 3 - 6abr15 - 2ª. feira de Páscoa

CAIS DO BICO ( MURTOSA ) - ESTARREJA - AVEIRO - COSTA NOVA -  BARRA ( Ílhavo )
Depois de uma noite de total acalmia, a manhã voltou a brindar-nos com um céu azul pleno.
Havíamos pensado descer até à Foz do Arelho, mas o melhor tempo anunciado no norte demoveram as nossas ideias. Saímos em direcção a Aveiro.
Almoço no estacionamento destinado aos autocaravanistas junto ao canal, atualizamos a visita à internet e após isso demos pequenp passeio pedestre com passagem pelo café para apreciar a habitual ‘bica’.
Cais do Bico à partida...
Aveiro - um prédio demolido bem escondido
Mais dois.
A meio da tarde rumamos à Costa Nova, onde ainda pensamos pernoitar. Estariam umas cinco autocaravanas, mas o alerta que havíamos recebido bateu certinho: Uma placa de sentido proibido a autocaravanas que nos demoveu a lá ficar.

Pois é... os abusos resultaram nesta placa!
Onde não se é bem recebido (ainda que por exageros de poucos ), deixamos de lá parar e vai daí retrocedemos para o canal da Barra (Ílhavo).
Aí a surpresa levou-nos a pensar que a breve trecho, a mesma Câmara venha também a proibir a paragem dos autocaravanistas… uma vintena de ‘roulotes’ estavam estacionadas sem ninguém no seu interior, vendo-se ainda uma ou outra com ‘avançados’ de ráfia como se estivessem num ‘camping’… e uma AC Francesa com um tubo ligado para descarga de ‘águas cinza’ na sargeta das águas pluviais…


Barra - Ílhavo

Paramos distantes deste cenário lamentável e ficamos. No final do dia a anunciada chuva chegou mesmo se chuva de pouca duração.
Dia 4 – 7abr15 – 3ª. FEIRA
BARRA ( Ilhavo ) – AVEIRO – ESTARREJA – MURTOSA – CAIS DO BICO
Alvorecer de sol radioso. O passeio pedestre pelo canal e o almoço.
Regresso com passagem em Estarreja para descarga de águas cinza.
O ‘poiso’ preferido? Pois… o mesmo da ante-véspera – Cais do Bico.
Cavaqueira com o jovem e  simpático pescador Joaquim que terminava a faina da jornada que se havia iniciado às 5 da manhã.
Questionado, disse-nos que nesta época, a pesca que vão conseguindo é a lampreia, o sável e o choco.
Um ninho de cegonhas num local privilegiado?


O moliceiro do pescador José para passeios na Ria

Gps: N 40º 38’ 37.5’’  W 8º 44’ 30.3’’
Percorridos: 217 Km ( Dia 45 Km )
DiA 5 – 8abr15 – 4ª. feira
Cais do  BICO – TORREIRA – S. JACINTO – TORREIRA – Cais da Béstida – Marginal Pe. António – Cais da Mamaparda – Cais do BICO
Muito pouca chuva ao amanhecer. Ida ao Café/Tasco/Restaurante a 50 mts das docas dos moliceiros.
Funciona com encomenda prévia pelas 11 da manhã já que a ementa é elaborada à chegada do pescado.
A sugestão para hoje foi de ‘Chocos no forno’.
Servem para fora, pelo que uma dose (para dois) ficou por € 9,00.
Uma delícia a repetir.

Praia de Ria - Torreira
S. Jacinto

Os flamingos sempre elegantes...


 Com a melhoria meteorológica aproveitamos para rumar à Torreira. Praia deserta e zona dos moliceiros em recuperação já que no último inverno ficou muito destruída.
Prosseguimos até S. Jacinto onde práticamente nem paramos. No regresso pequena paragem para deliciar a vista com pássaros diversos, entre eles os simpáticos flamingos.
Após a Torreira inflectimos pelas vielas campestres junto às margens da Ria. Um dos locais de nome Cais da Béstida é óptimo para pernoitas em autocaravana e procurado pelos amantes da pesca à linha.
Cais da Béstida
Cais da Béstida - local agradável para pernoitar em AC.
Entre a Torreira e o Cais do Bico (na outra margem a Torreira)

Prosseguimos pelo Cais de Mamaparda e regressamos ao nosso loteamento preferido onde a população aumentou com uma dezena de autocaravanistas estrangeiros.
A chuva regressou no final do dia.

Percorridos: 284 Km ( Dia 67 km )
Dia 6 – 9abr15 – 5ª. feira
Cais do  BICO – ESTARREJA  – Cais do BICO
Uma chuvinha agora, outra depois… coisa pouca.
Pela manhã haveríamos de repetir a caminhada ao longo da bacia da ria em direcção à costa, só que desta vez fomos brindados a escassos metros do Cais do Bico com a colónia de flamingos que por cá se vai mantendo, ora aqui ora ali…
O círculo desta vez ajudado pelo Gps do ‘android’ (Sygic), encurtamos um km pois percorremos uns módicos 4 km.














Após a chegada, passagem no pequeno porto pesqueiro onde tagarelamos com o pescador José (irmão do Joaquim com quem conversamos ontem) que ficamos a saber ser ele que organiza passeios pela ria no seu moliceiro. Uma hora cobra € 6,00/passageiro e por uma manhã ou tarde, os € 10,00/pessoa.
Nova romagem ao Restaurante ‘’Moliceiro’’ para agendar o almoço para as 13h.. Uma vez mais nos deliciou com uma dose de bacalhau ‘à moliceiro’.


Após o almoço, passagem no Café ‘’Sereia do Pão’’ a 2 km do Cais do Bico, onde a troco de uma ‘bica’, acedemos à net… a ‘bordo’ da autocaravana.
NOVAS FOTOS AMANHÃ OU NO REGRESSO
Após isso, apontamos para Estarreja onde na AS para AC procedemos às tarefas rotineiras de higiene (k7 e águas cinza).
Antes do regresso, a passagem num dos Hiper da localidade para reabastecimento.
Ainda chegamos a tempo de circundar os cais do ‘Bico’ e de assistir a mais um maravilhoso ocaso que nunca apresenta as mesmas colorações.

Percorridos: 307 Km ( Dia 23 Km )
Dia 7 – 10abr15 – 6ª. feira
Cais do  BICO  ( Murtosa )
Manhã meteorologicamente falando, de um misto chuva e pouco nublado.
Nada que nos demovesse da habitual caminhada ribeirinha e campestre.
A marcação prévia do almoço no ‘Moliceiro’ recaiu no bacalhau grelhado que se veio a revelar de uma delícia.
A ida ao Café ocorreria após, a cerca de km e meio para acompanhar as actualizações cibernéticas.
Da parte da tarde, chegaram os nossos parceiros habituais com quem renovamos o percurso pedestre de ontem.
De resto, tudo como antes com uma dezena de vizinhos franceses e holandeses… Os autocaravanistas lusos andam por outras bandas mais agitadas e barulhentas.
Dia 8 – 11abr15 – sábado
Cais do Bico